Atos 17:11 Estudos Bís

A Revelação de José



Gênesis 37:4 & 8 (RA) Vendo, pois, seus irmãos, que o pai o amava mais que a todos os outros filhos, odiaram-no e já não lhe podiam falar pacificamente. Então lhe disseram seus irmãos: Reinarás, com efeito, sobre nós? E sobre nós dominarás realmente? E com isso tanto mais o odiavam, por causa dos seus sonhos e de suas palavras.

Romanos 15:4 (NVI) Pois tudo o que foi escrito no passado, foi escrito para nos ensinar, de forma que, por meio da perseverança e do bom ânimo procedente das Escrituras, mantenhamos nossa esperança.

Este Estudo Bíblico explorará alguns dos aspectos proféticos e tipológicos da vida de José, e assume-se que o leitor tenha uma noção básica dos eventos narrados em Gên. 37-45. Este "filho de Israel" fez declarações absurdas a seu respeito, o que fez com que ele fosse "lançado fora por seus irmãos".

Gên. 37:19-20 (RA, todos) E dizia um ao outro: Vem lá o tal sonhador! E dizia um ao outro: Vinde, pois, agora, matemo-lo, e lancemo-lo numa destas cisternas; e diremos: Um animal selvagem o comeu; e vejamos em que lhe darão os sonhos.

Contudo, enquanto seus irmãos o lançaram fora, seu nome se tornou grande entre os Gentios - e tudo para o eventual benefício de Israel. A sabedoria de Deus está para se repetir.

Gên. 50:20 [José, depois que tudo foi consumado]: "Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como vedes agora, que se conserve muita gente em vida".

Há muito que poderia ser dito sobre isso, mas por enquanto, vamos nos concentrar no estranho "jogo" de José para com "os filhos de Israel" antes de permitir que eles descobrissem sua verdadeira identidade, que se tornou a salvação deles.

A história é impressionante em si mesma, mesmo sem compreendermos as limitações proféticas que ela traz. Mas vamos analisá-la com o intuito de entender o plano de Deus nos dias de hoje para a reconciliação de Israel.

Deus exaltou José e o colocou como Primeiro Ministro do Egito. Ele é a única fonte de comida durante uma longa fome. A situação é desesperadora.

Gên. 42:1-2 ...[Jacó/Israel]: "Por que estais ai a olhar uns para os outros? ...Tenho ouvido que há cereais no Egito; descei até lá, e comprai-nos deles, para que vivamos e não morramos".

Gên. 42:6-7 ...e os irmãos de José vieram e se prostraram rosto em terra, perante ele. Vendo José a seus irmãos, reconheceu-os, porém não se deu a conhecer, e lhes falou asperamente...

José permite que o Espírito o direcione em um "jogo" bizarro e difícil, mas que resulta na união de todos os seus irmãos. Afinal de contas, Benjamim não estava entre eles. Deixe o Espírito te mostrar como o processo pelo qual José passou é muito maior do que esta história.

Gên. 42:8 José reconheceu os irmãos; porém eles não o reconheceram.

Imagine a dor que José experimentou tendo que esperar. "Não posso me revelar agora?" Você não sente a mesma expectativa sobre os "filhos de Israel" atuais e o irmão deles, cujo nome foi "apagado" do meio deles? Fique firme, pois iremos ainda mais fundo!

Gên. 42:23-25 Eles, porém, não sabiam que José os entendia, porque lhes falava por intérprete. E, retirando-se deles, chorou; pois tornando, lhes falou; tomou a Simeão dentre eles e o algemou na presença deles. Ordenou José que lhes enchessem os sacos de cereal, e lhes restituíssem o dinheiro, a cada um no seu saco, e os suprissem de comida para o caminho; e assim lhes foi feito.

E agora começa esta estranha "emboscada". Tudo é feito para que eles parecem trambiqueiros e ladrões. São colocados em uma posição onde se sentiram culpados - do que eles não cometeram. Uhmmm... Será que o mesmo ocorre hoje com os filhos de Israel?

Gên. 42:28 Então disse aos irmãos: Devolveram o meu dinheiro; aqui está na boca do meu saco. Desfaleceu-lhes o coração, e, atemorizados, entreolhavam-se, dizendo: Que é isto que Deus nos fez?

Eles não reconheceram sua "salvação" na primeira visita, apesar de que começaram a ver sua culpa e que Deus é responsável por estes eventos estranhos. Eles reconheceram sua necessidade, mas ainda não reconheceram seu provedor.

Contudo, perceba como os "filhos de Israel" estão encurralados. Eles se sentem justificados, pois "pagaram" pelo que receberam. Mas o que Deus proveu através de José não pode ser comprado. No entanto, eles ainda não haviam percebido isso.

Gên. 43:12 "levai também dinheiro em dobro; e o dinheiro restituído na boca dos sacos, tornai a levá-lo convosco: pode bem ser que fosse engano".

Assim, os "filhos de Israel" se aproximaram na segunda visita a seu irmão perdido com a mesma mentalidade, trazendo novamente o mesmo "sacrifício" desnecessário.

José, no entanto, fica feliz em vê-los, ansioso para ver o que ia acontecer, e os convida para entrar em sua casa. Eles, é claro, não compreendem o que está acontecendo.

Gên. 43:18 Os homens tiveram medo, porque foram levados à casa de José; e diziam: E por causa do dinheiro que da outra vez voltou em nossos sacos, para nos acusar e arremeter contra nós, escravizar-nos e tomar nossos jumentos.

Eles não entenderam a graça e misericórdia de Deus tão somente porque não reconheceram seu próprio irmão! Mas isso será mudado, e em breve! O servo lhes dá uma pequena dica do que está acontecendo.

Gên. 43:22-23 "... não sabemos quem tenha posto o nosso dinheiro nos nossos sacos". Ele [José] disse: Paz seja convosco, não temais; o vosso Deus, e o Deus de vosso pai, vos deu tesouro nos vossos sacos..."

Agora todos os "filhos de Israel" foram trazidos à Casa de José e sentaram-se na sua mesa. Ele ficou extasiado com a reconciliação que Deus estava operando. Dá para perceber a tensão chegando ao seu pique nesta história? Dá para perceber a mesma coisa nos dias de hoje?

Gên. 43:30-31 José se apressou, e procurou onde chorar, porque se movera no seu íntimo, para com seu irmão; entrou na câmara, e chorou ali. Depois lavou o rosto, e saiu; conteve-se, e disse: Servi a refeição.

Mas o jogo ainda não terminou. Há mais um tempo de humilhação e de prisão nas mãos de seu benfeitor. Desta vez, há uma "pegadinha".

Gên. 44:1-2 Deu José esta ordem ao mordomo de sua casa: Enche de mantimento os sacos destes homens, quanto puderem levar, e põe o dinheiro de cada um na boca do saco. O meu copo de prata po-lo-á na boca do saco do mais novo, com o dinheiro do seu cereal...

Gên. 44:4-7 Tendo saído eles da cidade, não se havendo ainda distanciado, disse José ao mordomo de sua casa: Levanta-te, e segue após esses homens; e, alcançando-os, lhes dirás: Por que pagastes mal por bem? Não é este o copo em que bebe meu senhor...? procedestes mal no que fizestes. E alcançou-os, e lhes falou essas palavras. Então lhe responderam: Por que diz meu senhor tais palavras? Longe estejam teus servos de praticar semelhante coisa.

Gên. 44:13-14 Então rasgaram as suas vestes... E chegou Judá com seus irmãos à casa de José; este ainda estava ali; e prostraram-se em terra diante dele.

A alegação "ridícula" de José aconteceu da forma mais incomum. Os "filhos de Israel" estavam confusos, encurralados e desesperados. Agora, vamos à narrativa, crendo que o Espírito Santo nos iluminará sobre como estas coisas se aplicam àquilo que vai acontecer com Israel em nossos dias.

Gên. 44:16,18 Então disse Judá: Que responderemos a meu senhor: que falaremos? e como nos justificaremos? Achou Deus a iniquidade de teus servos; eis que somos escravos de meu senhor, tanto nós como aquele em cuja mão se achou o copo... Então Judá se aproximou dele, e disse: Ah! senhor meu, rogo-te, permite que teu servo diga uma palavra aos ouvidos de meu senhor, e não se ascenda a tua ira contra o teu servo; porque tu és como o próprio Faraó.

Gên. 45:1-3 Então José, não se podendo conter diante de todos os que estavam com ele, bradou: Fazei sair a todos da minha presença; e ninguém ficou com ele, quando José se deu a conhecer a seus irmãos. E levantou a voz em choro, de maneira que os egípcios o ouviam, e também a casa de Faraó. E disse a seus irmãos: Eu sou José; vive ainda meu pai? E seus irmãos não lhe puderam responder, porque ficaram atemorizados perante ele.

Gên. 45:4-8 Disse José a seus irmãos: Agora, chegai-vos a mim. E chegaram-se. Então disse: Eu sou José, o vosso irmão, a quem vendestes para o Egito. Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos irriteis contra vós mesmos por me haverdes vendido para aqui; porque para conservação da vida, Deus me enviou adiante de vós. Porque já houve dois anos de fome na terra, e ainda restam cinco anos em que não haverá lavoura nem colheita. Deus me enviou adiante de vós, para conservar vossa sucessão na terra, e para vos preservar a vida por um grande livramento. Assim não fostes vós que me enviastes para cá, e, sim, Deus...

Gên. 45:12-15 Eis que vedes por vós mesmo, e meu irmão Benjamim vê também, que sou eu mesmo quem vos fala... E, lançando-se ao pescoço de Benjamim, seu irmão, chorou; e, abraçado com ele, chorou também Benjamim.

Talvez você, assim como eu, esteja achando que Deus irá usar esta mensagem profética nos Tempos do Fim para trazer as coisas em perspectivas, tanto para os judeus quanto para os gentios.

Deus irá brevemente "encurralar" nossos irmãos de aliança. Será uma época de grande emoção e reconciliação. Deus irá colocá-los numa "emboscada" e eles parecerão culpados de pecados que não cometeram, e assim se arrependerão dos pecados que verdadeiramente cometeram.

Considere as seguintes profecias tendo o que foi lido em mente.

Ezeq. 39:24-29 Segundo a sua imundícia e as suas transgressões, assim me houve com eles, e escondi deles o meu rosto. Portanto assim diz o Senhor Deus: Agora tornarei a mudar a sorte de Jacó, e me compadecerei de toda a casa de Israel; terei zelo pelo meu santo nome. Esquecerão a sua vergonha e toda a perfídia com que se rebelaram contra mim, quando eles habitarem seguros na sua terra, sem haver quem os espante; quando eu tornar a trazê-los de entre os povos, e os houver ajuntado das terras de seus inimigos, e tiver vindicado neles a minha santidade perante muitas nações. Saberão que eu sou o Senhor seu Deus, quando virem que eu os fiz ir para o cativeiro entre as nações, e os tornei a ajuntar para voltarem à sua terra, e que lá não deixarei a nenhum deles. Já não esconderei deles o meu rosto, pois derramarei o meu Espírito sobre a casa de Israel, diz o Senhor ! Deus.

Isa. 51:17-22 Desperta, desperta, levanta-te, ó Jerusalém, que da mão do Senhor bebeste o cálice da sua ira, o cálice de atordoamento, e o esgotaste... a assolação e a ruína, a fome e a espada! Quem foi o teu consolador?... como o antílope na rede... Eis que eu tomo da tua mão o cálice de atordoamento, o cálice do meu furor, jamais dele beberás.

Zac. 12:10 E sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o espírito de graça e de súplicas; olharão para mim, a quem traspassaram; prantea-lo-ão como quem pranteia por um unigênito, e chorarão por ele, como se chora amargamente pelo primogênito.

Reflita naquilo que foi escrito, pois o Senhor lhe dará revelação sobre estas coisas (II Tim. 2:7)

Senhor, nós te agradecemos por termos sido beneficiados e prosperado em Jesus Cristo por este tempo. Tu não esqueceste Tua família, Teus irmãos, apesar deles terem rejeitado Seu filho favorito. A rejeição deles nuca poderia parar o cumprimento de Tuas promessas à Israel. Nós anelamos pelo dia em que Tu Te revelarás aos Teus irmãos, e o choro de alegria invadirá a terra em um grande crescendo. Messias, venha rapidamente para revelar Teu sábio plano para as nações. Salve a nós todos de uma maneira tremenda.


A ESTRADA DE ROMANOS... DE VOLTA A JERUSALÉM

Romanos 11:1-2 (NVI, todos) Pergunto, pois: Acaso Deus rejeitou o seu povo? De modo nenhum! Eu mesmo sou israelita, descendente de Abraão, da tribo de Benjamim. Deus não rejeitou o seu povo, o qual de antemão conheceu. Ou vocês não sabem como Elias clamou a Deus contra Israel, conforme diz a Escritura?

Romanos 11:11-12 Novamente pergunto: Acaso tropeçaram para que ficassem caídos? De modo nenhum! Ao contrário, por causa da transgressões deles, veio salvação para os gentios, para provocar ciúme em Israel. Mas se a transgressão deles significa riqueza para o mundo, e o seu fracasso, riqueza para os gentios, quanto mais significará a sua plenitude!

Romanos 11:15-18 Pois se a rejeição deles é a reconciliação do mundo, o que será a sua aceitação, senão a vida dentre os mortos? Se é santa a parte da massa que é oferecida como primeiros frutos, toda a massa também o é; se a raiz é santa, os ramos também o serão. Se alguns ramos foram cortados, e você, sendo oliveira brava, foi enxertado entre os outros e agora participa da seiva que vem da raiz da oliveira, não se glorie contra esses ramos. Se o fizer, saiba que não é você quem sustenta a raiz, mas a raiz a você.

Romanos 11:19-22 Então você dirá: "Os ramos foram cortados, para que eu fosse enxertado". Está certo. Eles, porém, foram cortados devido à incredulidade, e você permanece pela fé. Não se orgulhe, mas tema. Pois se Deus não poupou os ramos naturais, também não poupará a você. Portanto, considere a bondade e a severidade de Deus: severidade para com aqueles que caíram, mas bondade para com você, desde que permaneça na bondade dele. De outra forma, você também será cortado.

Romanos 11:23-24 E quanto a eles, se não continuarem na incredulidade, serão enxertados, pois Deus é capaz de enxertá-los outra vez. Afinal de contas, se você foi cortado de uma oliveira brava por natureza e, de maneira antinatural foi enxertado numa oliveira cultivada, quanto mais serão enxertados os ramos naturais em sua própria oliveira?

Romanos 11:25-29 Irmãos, não quero que ignorem este mistério, para que não se tornem presunçosos: Israel experimentou um endurecimento em parte, até que chegasse a plenitude dos gentios. E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: "Virá de Sião o libertador que desviará de Jacó a impiedade. E esta é a minha aliança com eles quando eu remover os seus pecados". Quanto ao evangelho, eles são inimigos por causa de vocês; mas quanto à eleição, são amados por causa dos patriarcas, pois os dons e o chamado de Deus são irrevogáveis.

Romanos 11:30-36 Assim como vocês, que antes eram desobedientes a Deus mas agora receberam misericórdia, graças à desobediência deles, assim também agora eles se tornaram desobedientes, a fim de que também recebam agora misericórdia, graças à misericórdia de Deus para com vocês. Pois Deus colocou todos sob a desobediência, para exercer misericórdia para com todos. 'Ó profundidade da riqueza da sabedoria e do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e inescrutáveis os seus caminhos! Quem conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro?" "Quem primeiro lhe deu, para que ele o recompense?" Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre! Amém.

Seal
Atos 17:11 Home page | email: atos@acts17-11.com

http://www.acts17-11.com/portuguese/jose.html