Atos 17:11 Estudos Bís

Demônios



1 Cor 10:20-22 (NIV) ... Eu não quero que vocês sejam participantes com demônios. Você não pode beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios também; você não pode ter uma parte na mesa do Senhor e na me mesa dos demônios. Estamos tentando levantar o ciúme do Senhor? Somos mais fortes do que ele?

Das causa mencionadas nas Escrituras de Deus, o mundo, a carne, o demônio, cada setor cristão parece focalizar um e ignorar os outros. Alguns grupos fizeram uma indústria de expulsão de demônios imaginários, enquanto acomodam a carne e abraçam o mundo. Outros grupos negam qualquer influência real de demônios.

Devemos habitar na revelação completa de Deus, e 1) não acreditar que todo problema é por causa do diabo, e 2) concordar com Deus que os demônios são forças reais com as quais temos que lidar.

DOCE ENVENENADO

Satanás nos oferece gratificação instantânea com "melhoramentos" demoníacos: Você pode ser "espiritual"... Você pode ser "sábio"... Você pode ser "atraente"... Você pode se "divertir"... Você pode "trabalhar com isto"... Assim que somos "fisgados", a satisfação se torna cada vez mais alusiva, e morte é o resultado certo. Deus dá poder que nunca termina para aqueles que esperam nEle para realizar aquilo que Ele prometeu. Aquilo que recebemos através da fé, vai durar para sempre. Satanás dá poder temporário para aqueles que acreditam em suas mentiras. Ele se torna "pai" deles, e eles se tornam suas posses. Estamos mordendo a isca ou esperando pela coisa verdadeira?

2 Cor 6:14-17 (NIV) ... Porque o que têm em comum a justiça e a maldade? Ou que relação pode a luz ter com as trevas? Que harmonia há em Cristo e Belial [Satanás]? O que um cristão tem em comum com um ímpio? Que acordo há entre o templo de Deus e ídolos? Porque nós somos o templo do Deus vivo. Como Deus disse: "Eu viverei com eles e andarei com eles, e serei seu Deus, e eles serão meu povo. Por isso saiam deles e sejam separados, diz o Senhor. Não toquem em nada impuro, e eu receberei vocês. "

UM MINISTÉRIO SOFISTICADO?

Marcos 6:7 (NIV) Chamando os doze para ele, ele os enviou de dois a dois e deu à eles autoridade sobre maus espíritos.

Mat. 10:8 (NIV) "Curem os enfermos, ressuscitem os mortos, limpem aqueles que têm lepra, expulsem os demônios. De graça recebestes, de graça dêem."

Lucas 10:17 (NIV) Os setenta e dois retornaram com alegria e disseram: "Senhor, até mesmos os demônios se submetem a nós em seu nome."

Marcos 1:27 (NIV) O povo estava tão surpreso que eles se perguntavam uns aos outros: "O que é isto? Um novo ensinamento - e com autoridade! Ele até mesmo dá ordens a maus espíritos e eles o obedecem."

Cristo passou grande parte de Seu ministério expulsando demônios. Isto não foi bom para o estabelecimento religioso daqueles dias (Marcos 3:22). A cegueira é freqüentemente preferida do que o ser "posto em liberdade de verdade ". Antes, como hoje, nossas crenças religiosas naturalísticas ficam ofendidas. "Que espíritos maus?"

Se estivéssemos lá, talvez nós pudéssemos ter puxado Cristo para um lado e dito: "Este homem é obviamente um epiléptico. Não há razão para procurar por causas "espirituais". Vamos mandá-lo a um especialista." Ou, "Ora Jesus, é só um hábito, uma excentricidade - um talento, um 'presente'. Não há necessidade de se ver um demônio por trás de cada árvore." Somos mais sábios do que Deus? Talvez precisemos nos arrepender de nossa cegueira, e ganhar percepção real da natureza das coisas.

O poder de Satanás é predito na crença humana em mentiras. A Verdade nos libertará de verdade.

Marcos 1:26 (NIV) O espírito mau sacudiu o homem violentamente e saiu dele com um grito.

Lucas 9:42 (NIV) Ainda enquanto o menino estava vindo, o demônio o jogou ao chão em um uma convulsão. Mas, Jesus repreendeu o espírito mau, curou o menino e o devolveu a seu pai.

Atos 8:7 (NIV) Com gritos, espíritos maus saíram de muitos...

Lucas 4:33,35 (NIV) Na sinagoga havia um homem possuído por um demônio, um espírito mau. Ele gritou a plenos pulmões... "Fique quieto!" Jesus disse severamente. "Saía dele!" Então o demônio jogou o homem no chão perante eles todos e saiu dele sem lhe causar mal.

"POSSUÍDO"?

Rom 6:12-13 (Phi) Não permitam, então, que o pecado estabeleça qualquer poder sobre seus corpos mortais fazendo vocês cederem a suas luxurias. Nem entreguem partes de seu corpo, para serem, como se fossem, armas do mal para propósitos do diabo. Mas, como homens resgatados da morte certa, coloquem-se nas mãos de Deus como armas do bem para os seus próprios propósitos.

Nas Escrituras, a idéia de possessão é usada em um sentido mais amplo do que somente a possessão demoníaca. Possessão tem a ver com cativeiro, senhorio ou obediência. Nós somos dito como sendo "possuídos" por Deus se O obedecemos, e "possuídos" pelos poderes da escuridão se pecamos. Casos avançados de alguém ser "tomado cativo " por Satanás é um comportamento involuntário chamado de "possessão". Mas neste tipo de "possessão" se entra freqüentemente por vontade própria e gradualmente...

Rom 6:16 (Phi) Você "pertence" ao poder que escolhe obedecer... (Sal 106:39)

Como cristãos, nossas almas são "seladas" até o dia de nossa redenção completa, mas nossos corpos podem ser comandados por Satanás, levados cativos para realizarem sua vontade em um determinado momento. É claro, que não é o mesmo para nós, como para os ímpios, pois temos uma escolha nesta questão. Nós temos a opção experimental de entregarmos nossos corpos (Rom 6:12-22) - como peças de xadrez - para Deus ou Satanás na grande batalha cósmica.

Rom 6:16 (NEB) ... se vocês se colocam à disposição de um mestre, para obedecê-lo, vocês são escravos do mestre a quem obedecem; e isto é verdade, quer sirvam ao pecado, com morte como resultado; ou à obediência, com justiça como resultado.

2 Ped. 2:19 (Jer) ... se qualquer um se deixa dominar por qualquer coisa, ele é escravo daquilo...

FOI ENGANADO?

1 Cor 6:19-20 (TEB) ...Vocês não se pertencem, mas à Deus; ele comprou-vos por um preço. Então usem seus corpos para a glória de Deus.

Ef. 4:27 (NAS) ... Não deis ao diabo um local onde se apoiar.

Malachi Martin, em Refém do Diabo diz que aquilo a que chamamos de "possessões" são na realidade "possessões parciais". Até mesmo em casos extremos como o homem geraseno (Lucas 8:26-39), ainda há uma alma núcleo que não foi completamente dominada, mesmo que o corpo seja rotineiramente "tomado" por demônios.

Para fazer este conceito caber em nossa Teologia, nós podemos substituir palavras como "opressos" versus "possessos" e "fortalezas", etc., mas o assunto é uma questão do coração, uma questão de quem é o nosso mestre, não de palavras. Nós ansiamos pelas emoções que os demônios podem nos dar através dos pecados, ou está nosso coração inclinado à obediência a Deus?

A PATOLOGIA DO CATIVEIRO

1 Tim 4:1 (TEB) O Espírito diz claramente que alguns homens abandonarão a fé nos últimos tempos; eles obedecerão a espíritos mentirosos e seguirão aos ensinamentos de demônios.

2 Cor. 6:36 (NIV) "Quando eles pecam contra ti [Deus]- pois não há nenhum que não peque - e você se torna bravo com eles e os entrega ao inimigo que os leva cativo..." (Ne 9:27, Jud 2:14, Sal 106:41)

Deus nos disse que Ele nos entregará ao "cativeiro" se continuarmos a pecar, e nos deu exemplo após exemplo através da história. Ainda assim, muitos nas igrejas de hoje, completamente negam até mesmo a possibilidade desta dinâmica espiritual. Eles estão "tão certos " que isto não pode acontecer, mesmo quando pode. Parece haver uma campanha massiva para encobrir o que está acontecendo. Pessoas são "cativas do pecado" do tipo mais ultrajante, e poucas missões de resgate são tentadas, e menos ainda são bem-vindas pelos que estão cativos.

2 Ped 2:12 (Phi) Mas estes homens, como menos racionalidade do que animais irracionais que nascem para ser pegos e mortos, blasfemam de coisas fora de suas próprias experiências e serão com toda certeza destruídos em sua própria corrupção.

A PARÁBOLA DA ARMADILHA DO URSO

2 Tim 2:26 (NIV) e aqueles que vierem a seus sentidos e escaparem da armadilha do diabo, que os levou cativos para fazer sua vontade.

Imagine um homem pego em uma armadilha de um urso. Ele não pode chegar ao ângulo próprio para se separar das garras de aço por si próprio, ele precisa de ajuda. Vamos imaginar então que ele veja seu amigo se aproximando pelas árvores e se sinta terrivelmente embaraçado de ter sido pego nesta situação. Então ele se abaixa e tenta se esconder. Mas, seu amigo já o viu, então o cativo infeliz decide se erguer e manter uma pose, como se estivesse ali de propósito.

Seu amigo se aproximando diz: "Onde você estava? Sentimos sua falta. Há algo errado?" "Oh, não. Nada mesmo." O homem que está preso sorri o melhor que pode apesar de sua dor e espera que seu amigo vá embora, para que ele possa voltar a sua luta sem esperança de tentar se libertar. Mas, seu amigo já percebeu a armadilha e já está abrindo as presas de aço. "Seu maluco!" Seu amigo fala, "Porque você não gritou por ajuda? Porque tentou se esconder de mim e esconder o problema? Venha, você está livre agora - foi fácil para mim, e a dor irá embora logo. Seja mais cuidadoso no futuro para não caminhar em território perigoso sozinho... e aprenda algo sobre os pensamentos loucos que passam pela cabeça daqueles que tropeçam nas armadilhas para ursos."

2 Tim 2:25-26 (Jer) Para que eles possam reconhecer a verdade e vir a seus sentidos, uma vez fora da armadilha onde o diabo os pegou e os manteve escravizados.

Col. 2:8 (NIV) Tome cuidado para que ninguém os leve cativos através de filosofia vazia e enganosa, que depende de tradição humana e de princípios básicos deste mundo ao invés de Cristo.

FAZENDO OS CATIVOS LIVRES

Lucas 4:18-19 (NIV) [Jesus] "O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar as boas novas aos pobres. Ele me mandou para proclamar liberdade aos prisioneiros e recuperação de vista ao cego, para libertar o opresso, para proclamar o ano do favor do Senhor."

Efe. 4:8 (Phi) Assim dizem as escrituras: "Quando ele ascendeu aos céus, ele levou cativo o cativeiro..."

Scott Peck (com desculpas, mas aqui eu acho que ele está correto): "O propósito inteiro de um exorcismo é descobrir e isolar o demônio dentro do paciente para que possa ser expulso... O primeiro e geralmente, mais longo estágio de um exorcismo é o "Engano"...[quando] o demônio se esconde dentro e por trás da pessoa. Para que o exorcismo ocorra, o Engano precisa ser quebrado; o demônio deve ser descoberto e trazido para fora ao aberto."

Is. 42:7 (NIV) para abrir olhos que são cegos, para libertar os cativos das prisões e libertar do calabouço aqueles que sentam na escuridão.

Is. 49:9 (NIV) "... para dizer aos cativos, 'Saiam,' e para aqueles na escuridão 'Sejam livres!'"

Sal. 142:7 (NAS) "Traga minha alma para fora da prisão, para que eu possa agradecer a teu nome; os justos me rodearão, porque o Senhor lidou generosamente comigo."

RAMBO VERSUS O CATIVEIRO DA 1) VONTADE, 2) TERMINOLOGIA, AND 3) COMPLACÊNCIA

Imagine Rambo indo em uma missão por trás das linhas inimigas para resgatar um prisioneiro de guerra. Depois de muito trabalho, ele irrompe dentro da cela do prisioneiro e diz: "Estou aqui para te libertar do inimigo. Vou protegê-lo na perigosa viagem para fora daqui. Vamos embora, rapidamente!"

Considere as seguintes respostas loucas do tolo:

1) "Estou bem, realmente, eu não sou prisioneiro; eu escolhi estar aqui."

2) "Eu tenho um passaporte americano e a América em meu coração. O que você quer dizer quando fala que estou "possuído" pelo inimigo? Talvez eu esteja sendo opresso, mas não preciso de um resgate!"

3) "O que você quer com esta atitude superior, Rambo? Eu estava lidando bem com a situação, e quem sabe, as coisas poderiam acabar melhorando. Se eu for com você, eu posso ser morto em alguns minutos."

João 8:31-34,36 (NIV) Para os Judeus que acreditaram nele, Jesus disse: "Se vocês continuarem nos meus ensinamentos, vocês realmente serão meus discípulos. Então vocês conhecerão a verdade, e a verdade vos libertará.". Eles o responderam: "Nós somos descendentes de Abraão e nunca fomos escravos de ninguém.[???] Como podes dizer que nos libertará?" Jesus respondeu: "Vou dizer-lhes a verdade, qualquer que peca, é escravo do pecado... Então se o Filho vos libertou, vocês realmente serão livres."

Agora imagine que o tolo tenha sido resgatado e lutado junto com Rambo até um local seguro, e depois, por vontade própria, retorna para o mesmo cativeiro, caminhando de volta até sua prisão. Não iria o inimigo colocar este "tontão" em um situação de cativeiro muito maior?

(Lucas 11:24-26) Ora, havendo o espírito imundo saído do homem, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontrando, diz: Voltarei para minha casa, donde saí. E chegando, acha-a varrida, adornada. Então vai, e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele é, entrando, habitam ali; e o último estado desse homem vem a ser pior do que o primeiro.

Scott Peck: "No final, é o paciente ele ou ela mesmo que é o exorcista."

PORQUE BRINCAR COM SUA VIDA?

As Escrituras não nos instruem a ignorar os demônios ou expulsá-los para que eles vão embora gradualmente, ou para treiná-los a serem obedientes. Nós é dito para expulsá-los. Não é suficiente fazer com que eles se escondam temporariamente quando são percebidos: um cachorro adormecido pode acordar de repente e dilacerar sua vítima. Nenhuma negociação deve ser feita. Nenhum argumento é válido. Nenhuma distração permitida. Nenhum atraso aceito. Os demônios devem ser expulsos, arrependimento e renúncia total devem se seguir; e eles não irão embora de sua vida se puderem se esconder, discutir, negociar, distrair ou enganar. E eles voltarão se forem desejados novamente...

Porque dar esse mole? Se você suspeita de atividade demoníaca em sua vida, não machucaria nem um pouco, pedir para que alguém ore para que você seja totalmente liberto. Cristo nos garantiu este poder. Porque esperar? Não é vergonha ser liberto, mas é vergonha continuar cativo.

OS ÚLTIMOS SERÃO OS PRIMEIROS

Lucas 8:2 (NIV) e também algumas mulheres que haviam sido libertas de maus espíritos e doenças: Maria (chamada Madalena) de quem sete demônios haviam saído;

Marcos 16:9 (NIV) Quando Jesus ressurgiu cedo no primeiro dia da semana, ele apareceu primeiro para Maria Madalena, de quem ele tinha expulsado sete demônios.

A ESTÓRIA DO PEQUENO LAGARTO VERMELHO

Por C.S. Lewis de "O Grande Divórcio"


[Um sonho onde residentes do inferno (mais ou menos) tomam um ônibus até os pés das montanhas do céu (ou algo perto disto)para "checar o lugar", criticar, discutir, voltar - ou talvez ficar e se tornar como "anjos". O nosso narrador dá de frente com a cena seguinte].

... Eu vim vir em minha direção um Fantasma [um visitante do "inferno"] que carregava algo em seu ombro. Como todos os fantasmas, ele era sem substância, mas eles se diferenciavam uns dos outros, assim como também a fumaça se difere. Alguns tinham sido mais brancos; este era escuro e oleoso.

O que estava em seus ombros era um pequeno lagarto vermelho, e estava mexendo seu rabo como um chicote e sussurrava coisas em seu ouvido. Quando o vimos, ele virou sua cabeça para o réptil com um grunhido de impaciência.

"Eu digo e repito: Cala boca!" ele disse. O lagarto continuou a mexer o rabo e a sussurrar em seu ouvido. Ele parou de rosnar e de repente começou a sorrir. Então ele se virou e começou a mancar na direção oeste, para longe das montanhas ["céu"].

"Já vai?" disse uma voz. O interlocutor tinha mais ou menos a forma humana, mas era mais alto do que um homem, e tão brilhante que eu mal podia olhá-lo. Sua presença aqueceu meus olhos e meu corpo também (pois havia calor vindo dele, assim como havia luz) como o sol da manhã no começo de um dia tirânico de verão.

"Sim. Já vou," disse o Fantasma. "Obrigado por toda sua hospitalidade. Mas, como você pode ver, não adianta de nada. Eu disse para o meu amiguinho" (aí ele indicou o lagarto), "que ele teria de ficar quieto se ele viesse - o que ele insistiu em fazer. É claro que suas brincadeiras não serão permitidas aqui: Eu sei disso. Mas, ele não pára. Eu vou ter que ir para casa."

"Você gostaria que eu o fizesse calar? "disse o Espírito flamejante - um anjo, como pude então perceber.

"É claro que eu gostaria", disse o Fantasma.

"Então eu o matarei," disse o Anjo, dando um passo a frente.

"Oh--ah--cuidado! Você está me queimando. Fique longe," disse o Fantasma, se afastando.

"Você não o quer morto?"

"Você não disse nada sobre matá-lo a princípio. Eu não queria te aborrecer com algo tão drástico quanto isto."

"É a única forma," disse o anjo, cujas mãos queimantes estavam naquele momento bem perto do lagarto. "Posso matá-lo?"

"Bem, esta é uma questão muito importante. Eu estou a total disposição para considerá-la, mas é um ponto novo, não é? O que eu quero dizer, é que por agora, tudo o que eu estava pensando em fazer, era silenciá-lo porque aqui, ele é tão embaraço!"

"Posso matá-lo?"

"Bom, há tempo para discutir isto mais tarde."

"Não há tempo. Posso matá-lo?"

"Por favor, eu nunca quis dar tanto trabalho. Por favor, de verdade, não se preocupe. Olhe! Ele já até foi dormir por vontade própria. Tenho certeza de que tudo vai estar bem agora. Muito obrigado."

"Posso matá-lo?"

"Honestamente, eu não acho que há a menor necessidade para tanto. Eu tenho certeza que poderei mantê-lo sob controle agora. Eu acredito que o processo gradual seria bem melhor do matá-lo."

"O processo gradual não adianta de nada."

"Você acha que não? Bem, eu vou pensar cuidadosamente sobre o que você falou. De verdade Na realidade, eu até deixaria você matá-lo hoje, mas não estou me sentindo muito bem hoje. Seria tolice fazer isto agora. Eu precisaria estar em boas condições para fazer a operação. Quem sabe um outro dia, talvez."

"Não há outro dia. O dia aceitável é hoje. "

"Para trás! Você está me queimando. Como posso falar para você matá-lo? Você me mataria se fizesse isso! "

"Não é assim."

"Como não? Você está me machucando agora."

"Eu nunca disse que não iria machucá-lo. Eu disse que não iria matá-lo."

"Oh, já sei. Você pensa que eu sou um covarde. Mas, não é isso. De verdade que não é. Deixe-me lhe propor algo. Eu volto hoje no ônibus da noite e peço uma opinião do meu próprio médico. Eu volto assim que puder.

"Este momento contém todos os momentos."

"Porque você está me torturando? Você tem que estar brincando comigo. Como é que posso deixar você me fazer em pedaços? Se você quisesse me ajudar, porque você não matou logo esta porcaria sem me perguntar - antes que eu soubesse? Já teria terminado agora se você tivesse."

"Eu não posso matar o lagarto contra a sua vontade. É impossível. Eu tenho sua permissão?"

As mãos do Anjo estavam quase fechadas sobre o lagarto, mas ainda não o tocavam. Então o lagarto começou a conversar com o Fantasma tão alto que até eu podia ouvir o que ele estava dizendo.

"Tome cuidado," ele começou a falar. "Ele pode fazer o que ele diz. Ele pode me matar. Uma palavra fatal de sua parte e ele irá me matar!! Então você terá que ficar sem mim para todo o sempre. Não é natural. Como você poderia viver? Você seria um tipo de fantasma, não um homem de verdade como você é agora. Ele não te entende. Pode ser natural para ele, mas não é para nós. Sim, eu sei que não há prazeres de verdade agora, somente sonhos. Mas eles não são melhores do que nada? E eu vou ser bonzinho. Eu admito que algumas vezes, eu fui longe demais, só que eu prometo não fazer isso de novo. Eu não te darei nada além de belos sonhos - todos doces e bonitos e quase inocentes..."

"Tenho sua permissão?" disse o Anjo ao Fantasma.

"Eu sei que isso vai me matar."

"Não vai. Mas, vamos supor que matasse. Então o quê?"

"Você está certo. Seria melhor está morto do que viver com esta criatura"

"Então eu posso?"

"Ora, mas que inferno! Vai logo, OK? Termine logo com isso. Faça como você quiser, " gritou o Fantasma: mas terminou soluçando: Deus me ajude. Deus me ajude. "

No instante seguinte o Fantasma deu um grito de tamanha agonia, que eu nunca ouvi antes na Terra. Aquele que queima fechou suas mãos vermelhas no réptil: virou-o, enquanto ele se debatia e mordia. Então o Anjo, quebrou suas costas e o atirou a grama, morto.

"Ai! É demais para mim, " gemeu o Fantasma, caindo para trás.

Por um momento eu não pude ver nada distintamente. Então eu vi, entre mim e o canteiro mais próximo, de forma inegável, o braço e o ombro de um homem ficando cada vez mais sólido. O pescoço e a cabeça dourada materializaram-se enquanto eu observava... a compleição verdadeira de um homem - um homem imenso, nu, não muito menor do que o Anjo...

Enquanto eu ainda observava, eu percebi que toda a floresta e a clareira estavam tremendo com um som que em nosso mundo seria muito grande para se ouvir, mas ali, eu podia ouvi-lo com alegria. Eu sei que não eram as pessoas sólidas que estavam cantando. Era a voz daquela terra, daquelas árvores e daquelas águas. Um barulho estranho, arcaico, inorgânico, que vinha de todas as direções ao mesmo tempo... E cantava,

"Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés... "

"De todos os lugares e épocas, do Próprio Lugar ,autoridade lhe será dada: as forças que uma vez se opuseram à você, serão fogo em seu sangue e trovão celeste em sua voz."

"Que venha sobre nós, que venha, para que possamos ser nós mesmos: nós desejamos o começo de seu reino, como ansiamos pelo amanhecer e o orvalho, orvalho ao nascer da luz."


Questionário de Reflexão e Arrependimento



Este questionário não será usado em nenhum tipo formal de exercício mais tarde neste estudo. É simplesmente para ajudá-lo a pensar sobre áreas de sua vida que podem ter sido "levadas cativas" pelas forças da escuridão. O que você fizer é por sua conta.

Por favor lembrem-se de que nem todos os problemas podem ser atribuídos aos demônios. Mas, até o dia em que a igreja tenha discernimento o suficiente, para confiante e corretamente identificar demônios em pessoas como Jesus fazia, o melhor juiz de atividade demoníaca em sua vida... é provavelmente você.

Se você suspeita que você foi enganado por demônios, recomendamos que você: 1) procure oração por sua própria iniciativa, 2) confesse e renuncie a toda atividade que levou a tal estado, e 3) arrependa-se e torne-se para Deus - não sonhe de quão "boa a comida era no Egito " (Num 11:4-6), mas participe do pão celestial e espere pelo Senhor através da fé.


1 Cor 10:20b (RSV) Eu não quero que vocês sejam parceiros com demônios. 1) Há quaisquer problemas morais sérios, predominantes na sua linhagem familiar? (Coisas como abuso de substâncias, infidelidade, suicídio, fanatismo, violência, perversão, orgulho, mentira, etc.)







2) No passado, você alguma vez sentiu um talento ou capacidade "super humano" que o levou para longe de Deus? (Coisas como: sedução, manipulação, inteligência, habilidade para mentir, bruxaria, guias espirituais, etc. )







3) Há modos recorrentes, destrutivos nos quais você entra, bem além da tentação normal, do qual você não consegue se libertar? (Coisas como: ataques de raiva, amargura, paranóia, auto piedade, luxúria sexual, fofocas, gastos descontrolados, etc.)








2 Cor 6:17 (NIV) ... Não toque coisa impura alguma e eu os receberei.

Rom 12:1-2 (Wey) Eu imploro a vocês, portanto, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresentem todas as suas faculdades a Ele, como um sacrifício vivo e santo aceitável a Ele. Isto com vocês, será um ato de adoração razoável. E não sigam os costumes da presente época, mas sejam transformados pelo inteiro renovo de suas mentes, para que vocês possam aprender por experiência qual é a vontade de Deus - a vontade que é boa e bonita e perfeita.

Seal
A Série do Adultério Espiritual | Atos 17:11 Home page | email: atos@acts17-11.com

http://www.acts17-11.com/portuguese/demonios.html